Saiba a audiência do primeiro capítulo de ‘Império’

#NOAR.

Nesta segunda-feira, 20 de julho, estreou na Globo a grande aposta para reverter a baixa audiência deixada pela novela “Em Família” no horário das 21h, “Império”. A trama de Aguinaldo Silva tem uma história envolvendo a construção de um império além de muita ganância, amores e todos os ingredientes que uma folhetim precisa ter.

A novela se passa em duas fases, sendo a primeira com três capítulos apenas e vivida com o protagonista masculino e galã, José Alfredo de Medeiros (Chay Suede ex-Rebelde). O rapaz se apaixonada pela própria cunhada, Eliane (Vanessa Giácomo), que é mais velha e esposa de seu irmão, Evaldo (Thiago Martins).

Na audiência, a trama conquistou baixos índices para o primeiro capítulo, apesar de toda divulgação. Ao todo, foram 30.5 pontos de média com 33.3 de pico e 47.4% de participação. No mesmo horário, o SBT obteve o segundo lugar com 6.6 pontos contra 5.3 da Record, 1.8 da TV Cultura, 1.4 da Band e 0.7 da RedeTV!. É o pior índice registrado para uma novela das nova na Globo em seu primeiro dia.

TV Foco

Real Time SP – 22h03 – ‘Império’ com quase 32 pontos

#NOAR.

:globo:31.7  :sbt:   5.9   :record:4.5

Real Time SP – 21h49 – ‘Império’ com 33 pontos

#NOAR.

:globo:33:sbt:   5.8   :record:4.1

Real Time SP – 21h37 – ‘Império’ com mais de 30; SBT na vice

#NOAR.

:globo:31.1:sbt:   6.4   :record:6.0

Real Time SP – 21h29 – ‘Império’ com 29 pontos; Record passa SBT

#NOAR.

:globo:29.1  :record: 7.7 :sbt: 6.2

Real Time SP – 21h24 – ‘Império’ com quase 30 pontos

#NOAR.

:globo:29.2 :sbt: 18 :record: 6.9

Real Time SP – 21h12 – ‘Império’ líder; ‘Chiquititas’ com dois dígitos

#NOAR.

:globo:23 :sbt: 13.1 :record: 6.6

Dudu Azevedo entra em “Geração Brasil”

dudu-azevedo rosto

Mudanças nos próximos capítulos da novela Geração Brasil, o ator Dudu Azevedo entrará na trama como o empresário brasileiro Arthur, amigo de Jonas (Murilo Benício), que mora na Califórnia e irá recepcionar Manuela (Chandelly Braz) em uma viagem para os Estados Unidos. Após isso, Arthur será convidado para trabalhar na Marra, no Rio de Janeiro, onde se interessará por Manuela. Megan (Isabelle Drummond) dará em cima do rapaz, mas depois perceberá que o moço pode será útil para fazer Davi terminar o relacionamento com Manu.

Redação

“Império” estreia com cenas de sexo, traição, atropelamento e mortes

Nesta segunda-feira (21) estreia “Império”, nova aposta da Globo para alavancar a audiência do horário das nove. A novela de Aguinaldo Silva começa com cenas de sexo, traição, assassinatos e muita ação.

Um furacão de fatos e emoções toma conta da primeira semana: são dois assassinatos, três cenas de sexo e atropelamentos.

Confira alguns acontecimentos marcantes a partir de hoje:

- Eliane (Vanessa Giácomo) vai transar com o próprio cunhado José Alfredo (Chay Suede), quando o conhece. A sós na cozinha, Zé pega a morena e lhe tasca um beijão na cozinha, enquanto Evaldo (Thiago Martins), seu marido, está na sala. Quem vai perceber o clima entre os dois é sua irmã invejosa, Cora (Marjorie Estiano), que percebe o clima e dá uma dura em Eliane.

Eliane não dá ouvidos e acaba indo para cama com o cunhado. Antes, ela já vai ter transado com seu marido Evaldo.

– José Alfredo participa de dois assassinatos. Ele vê Bigode (Ed Oliveira) matar Sebastião (Reginaldo Faria) com uma facada e atira no bandido, que morre também.

Outro que morre nessa primeira fase é Evaldo. O marido de Eliana é atropelado.

- Um incêndio vai acontecer no camelódromo.

Nos capítulos futuros, a novela vai abordar a homofobia. O ator Joaquim Lopes é Enrico, chef de cozinha homofóbico. O personagem descobre que o pai Claudio (José Mayer) é homossexual e terá uma reação violenta.

 Na Telinha

Morre escritor Rubem Alves, aos 80 anos

O escritor mineiro Rubem Alves

A semana terminou triste para a literatura brasileira. Um dia depois de João Ubaldo Ribeiro, morreu neste sábado, no Centro Médico de Campinas, no interior de São Paulo, o escritor, pedagogo e psicanalista mineiro Rubem Alves, aos 80 anos. Ele estava internado desde o dia 10 de julho na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), com quadro de insuficiência respiratória decorrente de uma pneumonia, e sofreu falência múltipla de órgãos. Em nota, o hospital informou que o óbito foi registrado às 11h50.

 

Conhecido principalmente como cronista e autor de livros infantis, Rubem Alves escreveu mais de 120 títulos sobre pedagogia, teologia e psicanálise, suas áreas de formação e que pesquisou durante os anos de sua carreira acadêmica na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O escritor deixa a mulher, Lídia Nopper Alves, e três filhos, Sérgio, Marcos e Raquel. Ainda não há informações sobre velório e enterro.

 

Trajetória – Rubem Azevedo Alves nasceu em 15 de setembro de 1933 no Sul do Estado de Minas Gerais, na pequena cidade de Boa Esperança, na época chamada de Dores da Boa Esperança. Alves ingressou no Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas, no interior de São Paulo, e se formou em teologia em 1957, sob orientação evangélica. Concluiu mestrado e doutorado em teologia nos Estados Unidos.

 

Deu aulas para os cursos de Filosofia e Educação da Unicamp até se aposentar, no começo da década de 1990. Em 1995, recebeu o título de professor emérito do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência da Unicamp. Alves também concluiu o curso de psicanálise na Associação Brasileira de Psicanálise de São Paulo, em 1980, e manteve uma clínica própria até 2004.

 

Sua obra inclui livros como A Alegria de Ensinar (Papirus) e Por Uma Educação Romântica (Papirus), na área de pedagogia; os infantis A Pipa e a Flor (Edições Loyola) e A Volta do Pássaro Encantado (Paulus); e Variações sobre o Prazer (Planeta do Brasil) e Entre a Ciência e a Sapiência (Edições Loyola) sobre filosofia.

Fonte: Veja!