Império Serrano 2014 fará cortejo para celebrar Angra dos Reis

  • Quem estiver esperando que o Império Serrano leve para a Marquês de Sapucaí, no desfile que homenageará a cidade de Angra dos Reis, mais um daqueles enredos chamados CEP, com uma ordem cronológica que começa com índio e termina com computador, vai se surpreender com a passagem da tradicional verde e branco de Madureira.
  • Pelo menos é o que garante o carnavalesco Eduardo Gonçalves, que depois de um belíssimo trabalho na Alegria da Zona Sul em 2013, estreia no Império no Carnaval 2014. – Quando acertei com a escola eles me propuseram este enredo. Eu aceitei mas coloquei para eles que iria fazer do meu jeito, com o meu estilo. Com muita alegria e colorido. As pessoas vão se surpreender com o Império este ano – avisou Eduardo em conversa com o CARNAVALESCO no barracão.
  • E como desenvolver um enredo sobre uma cidade sem cair nas armadilhas da ordem cronológica dos acontecimentos? Para Eduardo Gonçalves, com uma mescla de criatividade e alguma dose de sorte. – Quando estava realizando a pesquisa descobri uma tese de duas historiadoras que moradores do quilombo de Santa Rita do Bracauí, que deu origem à cidade, moraram em Oswaldo Cruz e Madureira. Esse é o elo que une o jongo da Serrinha com o quilombo, fazemos essa brincadeira – explicou.

    O desfile imperiano será aberto com a tradicional classe da escola e homenageará as principais festas reliogiosas de Angra, “Na folia com os Reis”, e culminará com a folia de reis, comemorada todo 06 de janeiro, data de fundação da cidade, que tem o nome que tem graças aos Santos Reis. As baianas virão neste setor representando os estandartes da folia de reis. Em seguida no segundo setor o enredo promove o “encontro” do quilombo de Santa Rita de Bracuí com a Serrinha. – Intitulamos este setor de “No batuque com os reis” e faremos um encontro simbólico destes jongos, é o meu setor preferido do nosso desfile – disse Eduardo Gonçalves.

    A partir do terceiro setor Eduardo tenta implantar o seu estilo de carnaval, com mais leveza e diversão. Os três reis magos farão um convite à nação imperiana para um mergulho nas belezas naturais de Angra dos reis. O setor é denominado “Tropicalmente com os reis” e terá muita vegetação, ilhas e o mar da cidade. É neste setor que virá a bateria Sinfônica de mestre Gilmar, atual tricampeã do prêmio Estrela do Carnaval, representando os peixes coloridos. O cortejo imperiano se encerra com a coroação dos baluartes da escola pelos três reis magos no setor intitulado “A coroação dos baluartes no mar de Odoyá”. – É uma coroação no mar de Yemanjá – disse o carnavalesco.

    Eduardo Gonçalves não soube precisar quanto custará este cortejo em homenagem a Angra dos Reis, mas garantiu que está utilizando de todo tipo de material para colocar o desfile à altura da escola. – Tudo que temos disponível no mercado estamos utilizando – afirmou. O carnavalesco garante que o imperiano sentirá orgulho do desfile da escola.

    Dono de nove títulos do Grupo Especial o Império Serrano será a última agremiação a se apresentar na Marquês de Sapucaí na sexta-feira de carnaval.

Carnavalesco

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s