Carnaval 2014: Tucuruvi leva mundo da imaginação infantil

Fotos do desfile da Acadêmicos do Tucuruvi (Foto: Editoria de Arte/G1)

A Acadêmicos do Tucuruvi foi a quinta escola a entrar na avenida na primeira noite de desfiles do Grupo Especial de São Paulo. Às 3h52, a comissão de frente deu início à apresentação, que seguiu o enredo “Uma fantástica viagem pela imaginação infantil”. Sob a direção de Marcelo Coutinho, a escola da Zona Norte de São Paulo falou sobre as alegrias e temores das crianças nos dias atuais (veja a galeria com mais de 20 fotos do desfile da Acadêmicos do Tucuruvi).
“Pega-pega, esconde-esconde / vamos todos cirandar / pro Bicho-Papão, não tô nem aí / é festa, sou Tucuruvi!”, cantaram os 3 mil componentes da Tucuruvi ao longo do sambódromo. Eles estavam divididos em cinco setores, com carros alegóricos ricos em cores e detalhes, representando os mundos ao redor da infância: o da imaginação, o virtual, o das guloseimas, o dos medos e o do saber.
Vice-campeã do Carnaval de 2011, a Tucuruvi neste ano encheu a avenida de elementos que permeiam a vida dos pequenos, a começar pelos medos que eles enfrentam. A comissão de frente, coreografada por Cheila Fusco, mostrou esses temores com um ator mirim que se apresentou rodeado de monstros de várias naturezas e cores.
‘Seo Jamil’, presidente da escola desde 1991, manteve Wagner Santos como carnavalesco da escola pelo quinto ano consecutivo, mas dois novatos estrearam pela Tucuruvi na madrugada deste sábado (1º). O intérprete Wantuir, com experiência no Carnaval do Rio e vencedor de um título pela Va-Vai em São Paulo, passou a comandar os puxadores da escola. Já a bateria ganhou um novo diretor, Mestre Augusto, que tem passagem por outras escolas da cidade. A bateira ganhou a companhia da rainha Nadege Delduque e de outras musas, como a princesa Michelle Alves e a madrinha Lívia Andrade.
A primeira alegoria da escola trouxe à tona o vasto mundo da imaginação infantil, com um carro recheado de duendes e fadas. Outros objetos conhecidos de todas as crianças, como robôs, bonecos de pano, super-herois, anjos, canções infantis, dominó, caubóis e índios, flores, frutas e legumes.

Apesar de trazer à avenida o mundo das crianças, a Tucuruvi também aproveitou para sugerir uma reflexão aos pais sobre os perigos que seus filhos correm durante seu desenvolvimento. Entre as questões levantadas estão políticas públicas como a falta de espaços físicos para as brincadeiras infantis nas cidades, os riscos da navegação de crianças na internet sem supervisão adulta, por causa do aliciamento de menores, e o excesso de doces, que pode provocar obesidade nos pequenos.
O objetivo dos alertas foi retratado pela escola no último carro alegórico. Nele, a Tucuruvi defende que a educação é a saída para garantir um futuro digno para as crianças.

 

G1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s